21 de julho de 2011

Transforme feridas em pérolas...




Não basta ter boas qualidades, cumpre saber usá-las.
François de La Rochefoucald



Concorda que são muito sábias as palavras de La Rochefoucald, no pensamento de hoje? Pois, de que vale ter boas qualidades, se elas ficam guardadas no fundo do baú da sua consciência?

São inúmeras as situações, onde você deve saber usar suas qualidades .

Principalmente nos casos em que você é ferido. E, estes ferimentos ocorrem por causa de atitudes de outras pessoas contigo, em condições que você não consegue lidar adequadamente com a situação.

Portanto, é nestas horas você precisa aprender a fazer “pérolas”.

Você sabia que as pérolas são uma ferida curada?

Exatamente! Vou te explicar como isto acontece !

Pérolas são produtos da dor, resultado da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.

A parte interna da concha de uma ostra é uma substância lustrosa chamada nácar.

Quando um grão de areia penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola é formada.

Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.

Você em algum momento, já se sentiu ferido pelas palavras rudes de um amigo ou ente querido?

Já foi acusado de ter falado coisas que não disse?

Suas ideias e atitudes já foram rejeitadas ou mal interpretadas por alguém?

E estas circunstâncias, produziram alguma ferida em você?

Então está na hora de produzir uma pérola.

Cubra suas mágoas, as rejeições sofridas com camadas e camadas de amor, compaixão, compreensão e perdão.

Assim, ao em vez de sofrer com a ferida, você produzirá algo precioso, mesmo para as pessoas que tentaram te ferir. Muitas vezes, por nem perceberem o que estavam fazendo.

E finalmente, pense: como as pérolas são valiosas e admiradas!

Pense Nisso... 



(Sigmar Sabin)

2 comentários:

Sandra Fernandes disse...

Eu devo então ser um colar de pérolas...

Carmem disse...

Carlos...

Esse texto é muito bom pq é a mais pura verdade. Fazer "pérolas" das feridas que a vida nos apresenta ao longo dos anos é uma tarefa bem difícil.
As vezes depende de outros fatores para a construção da pérola.
Mas acredito que muitas pessoas fazem mesmo um belo colar ao longo de sua vida!
Beijo